sinal da cruz



Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. OK | Más información
 
 

Sinal da cruz: o que significa? Os cristãos devem fazer o sinal da cruz?



Pergunta: "Sinal da cruz: o que significa? Os cristãos devem fazer o sinal da cruz?"

Resposta:
A pratica de fazer o sinal da cruz e o que ha de mais visivel na Igreja Catolica Romana, mas e tambem praticado pela Ortodoxa Oriental e Episcopal. A historia do sinal da cruz remonta a Tertuliano, o pai da igreja primitiva que viveu entre 160 e 220 d.C. Tertuliano escreveu: “Quando nos pomos a caminhar, quando saimos e entramos, quando nos vestimos, quando nos lavamos, quando iniciamos as refeições, quando nos vamos deitar, quando nos sentamos, nessas ocasiões e em todas as nossas demais atividades, persignamo-nos a testa com o sinal da Cruz.”

Originalmente, uma pequena cruz era “desenhada” com o polegar ou dedo na propria testa. Apesar da dificuldade em se determinar exatamente quando foi feita a transição entre desenhar uma pequena cruz na testa à pratica moderna de desenhar uma grande cruz desde a testa ate o torax e ombro a ombro, sabemos que esta troca ocorreu por volta do seculo XI d.C., quando o Livro de Orações do Rei Henry da instrução para “marcar com a santa cruz os quatro lados do corpo”.

Os catolicos encontram apoio para o sinal da cruz principalmente em seus muitos anos de tradição da igreja, e em segundo lugar, em Êxodo 17:9-14 e Apocalipse 7:3; 9:4; 14:1. Apesar das passagens falarem de um sinal na testa para proteção do julgamento de Deus, elas devem ser interpretadas à luz de seu contexto. Com base em seu contexto, não ha razão para crer que qualquer um dos versos prescreva o ritual do sinal da cruz.

No seculo XVI, uma das principais doutrinas da Reforma Protestante era a sola scriptura, atraves da qual qualquer pratica que não se alinhasse às Escrituras seria descartada. Os reformadores ingleses acreditavam que o uso do sinal da cruz deveria ser algo a ser decidido por cada pessoa, como estava escrito no Livro de Orações do Rei Edward VI. “...ajoelhar-se, fazer o sinal da cruz, levantar as mãos ou qualquer devoção do homem, seja observado sem culpa.” Os protestantes geralmente viam o sinal como uma tradição que não tinha qualquer fundamento nas Escrituras, ou mesmo como algo ligado à idolatria, sendo por isto abandonado pela maioria.

Apesar da Biblia não nos instruir a que o façamos, o sinal da cruz tem seu simbolismo biblico. O formato do sinal e um lembrete da cruz de Cristo. Historicamente, o sinal ja foi visto como representativo da trindade: Pai, Filho e Espirito Santo. Atraves da fe no Senhor Jesus Cristo e Sua morte substitutiva na cruz, a salvação e estendida como um presente a toda a humanidade. A trindade e a doutrina da essencial e divina Natureza de Deus: Deus existe em três pessoas distintas. Ambas as doutrinas são base tanto para os catolicos quanto para os protestantes e são certamente bem fundamentadas na Biblia. O sinal da cruz foi, em certas epocas, associado a poderes sobrenaturais tais como expulsão do mal, demônios, etc. Este aspecto mistico do sinal da cruz e completamente falso e não pode, de forma alguma, ter sustentação biblica.

Fora o aspecto mistico, fazer o sinal da cruz não e nem certo nem errado e pode ser positivo, se servir para lembrar da cruz de Cristo e/ou da trindade. Infelizmente, este não e sempre o caso, e muitas pessoas simplesmente fazem os movimentos do ritual e fazem o sinal da cruz sem saber por que o fazem. Uma analise final do sinal da cruz e que ele não e, de forma alguma, exigido dos cristãos, pois não e instruido pela Palavra de Deus.


Voltar à pagina principal em português

Sinal da cruz: o que significa? Os cristãos devem fazer o sinal da cruz?