filhos de Deus filhas dos homens



Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. OK | Más información
 
 

Quem eram os filhos de Deus e filhas dos homens em Gênesis 6:1-4?



Pergunta: "Quem eram os filhos de Deus e filhas dos homens em Gênesis 6:1-4?"

Resposta:
Gênesis 6:1-4 nos diz: “Sucedeu que, quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o Senhor: O meu Espirito não permanecera para sempre no homem, porquanto ele e carne, mas os seus dias serão cento e vinte anos. Naqueles dias estavam os nefilins na terra, e tambem depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antigüidade” (Versão Almeida, Revista e Atualizada). Ha varias sugestões sobre quem possam ter sido os filhos de Deus, e por que os filhos que tiveram com as filhas dos homens resultaram em uma raça de gigantes (e o que a palavra “nefilins” parece indicar).

As três principais opiniões sobre a identidade dos “filhos de Deus” são que (1) eram anjos caidos, ou (2) eram poderosos governantes humanos ou (3) eles eram descendentes abençoados de Sete em um casamento misto com descendentes “decaidos” de Caim. Dando força à opinião (1) esta o fato de que no Velho Testamento a expressão “filhos de Deus” sempre se refere a anjos (Jo 1:6; 2:1; 38:7). Um problema em potencial com (1) e o fato de que Mateus 22:30 indica que os anjos não se casam. A Biblia não nos da nenhum motivo para crermos que anjos tenham gênero (masculino ou feminino), ou tenham a capacidade de se reproduzir. As opiniões (2) e (3) não apresentam tal problema.

A fragilidade das visões (2) e (3) e que o fato de seres humanos comuns, homens, casando-se com seres humanos comuns, mulheres, não da conta do porquê de uma descendência de “gigantes” ou “valentes, homens de renome, que houve na antigüidade”. Mais tarde, por que Deus decidiria trazer à terra o diluvio (Gênesis 6:5-7) se nunca havia proibido que homens poderosos ou descendentes de Sete se casassem com mulheres comuns ou descendentes de Caim? O iminente julgamento de Gênesis 6:5-7 esta ligado com o que ocorreu em Gênesis 6:1-4. Somente o casamento obsceno e perverso de anjos caidos com mulheres humanas poderia justificar tão duro julgamento.

O ponto fraco desta visão (1) e que Mateus 22:30 declara: “Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no ceu.” Contudo, este ponto fraco por nada que não diga o texto pode ser derrubado “anjos não podem se casar”. Ao inves disto, indica somente que os anjos não se casam. Em segundo lugar, Mateus 22:30 se refere aos “anjos no ceu”. Não esta se referindo a anjos caidos, que não se importam com a ordem criada por Deus e ativamente buscam maneiras de corromper o plano de Deus. O fato de que os santos anjos de Deus não se casam ou têm relações sexuais não significa o mesmo em relação a Satanas e seus demônios.

Creio que a opinião (1) seja a posição mais provavel. Sim, e uma interessante “contradição” dizer que anjos não têm sexo e depois dizer que os “filhos de Deus” são anjos caidos que procriaram com mulheres humanas. Entretanto, enquanto os anjos são seres espirituais (Hebreus 1:14), eles podem tomar a forma humana e fisica (Marcos 16:5). Os homens de Sodoma e Gomorra quiseram ter relações sexuais com os dois anjos que estavam com Lo (Gênesis 19:1-5). É plausivel que anjos sejam capazes de tomar a forma humana, ate mesmo chegando ao ponto de ter a sexualidade humana, e possivelmente se reproduzirem. Por que os anjos caidos não fazem isto com mais freqüência? Parece que Deus confinou “na escuridão e em prisões eternas” os anjos caidos que cometeram tão vil pecado, para que outros anjos caidos não fizessem o mesmo (como descrito em Judas 1:6). Os primeiros interpretes hebreus, apocrifos e escritos pseudo-epigrafos são unânimes na opinião de que os anjos caidos são os “filhos de Deus” mencionados em Gênesis 6:1-4. Mas isto, de maneira alguma, fecha aqui este debate. Entretanto, a opinião de que Gênesis 6:1-4 envolve anjos caidos tendo relações sexuais com mulheres humanas tem uma forte base contextual, gramatical e historica.


Voltar à pagina principal em português

Quem eram os filhos de Deus e filhas dos homens em Gênesis 6:1-4?