23Isai14.htm 54:48 23-Isaías Capítulo : 14

Capitulos: introdução(00), 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61, 62, 63, 64, 65, 66, Introdução da Biblia.

23-Isaias Capitulo : 14

1 Pois o Senhor se compadecera de Jaco, e ainda escolhera a Israel e os pora na sua propria terra; e ajuntar-se-ão com eles os estrangeiros, e se apegarão à casa de Jaco.

2 E os povos os receberão, e os levarão aos seus lugares; e a casa de Israel os possuira por servos e por servas, na terra do Senhor e cativarão aqueles que os cativaram, e dominarão os seus opressores.

3 No dia em que Deus vier a dar-te descanso do teu trabalho, e do teu tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir,

4 proferiras esta parabola contra o rei de Babilônia, e diras: Como cessou o opressor! como cessou a tirania!

5 Ja quebrantou o Senhor o bastão dos impios e o cetro dos dominadores;

6 cetro que feria os povos com furor, com açoites incessantes, e que em ira dominava as nações com uma perseguição irresistivel.

7 Toda a terra descansa, e esta sossegada! Rompem em brados de jubilo.

8 Ate as faias se alegram sobre ti, e os cedros do Libano, dizendo: Desde que tu caiste ninguem sobe contra nos para nos cortar.

9 O Seol desde o profundo se turbou por ti, para sair ao teu encontro na tua vinda; ele despertou por ti os mortos, todos os que eram principes da terra, e fez levantar dos seus tronos todos os que eram reis das nações.

10 Estes todos responderão, e te dirão: Tu tambem estas fraco como nos, e te tornaste semelhante a nos.

11 Esta derrubada ate o Seol a tua pompa, o som dos teus alaudes; os bichinhos debaixo de ti se estendem e os bichos te cobrem.

12 Como caiste do ceu, o estrela da manhã, filha da alva! Como foste lançado por terra tu que prostravas as nações!

13 E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao ceu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte;

14 subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altissimo.

15 Contudo levado seras ao Seol, ao mais profundo do abismo.

16 Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: É este o varão que fazia estremecer a terra, e que fazia tremer os reinos?

17 Que punha o mundo como um deserto, e assolava as suas cidades? que a seus cativos não deixava ir soltos para suas casas?

18 Todos os reis das nações, todos eles, dormem com gloria, cada um no seu tumulo.

19 Mas tu es lançado da tua sepultura, como um renovo abominavel, coberto de mortos atravessados a espada, como os que descem às pedras da cova, como cadaver pisado aos pes.

20 Com eles não te reuniras na sepultura; porque destruiste a tua terra e mataste o teu povo. Que a descendência dos malignos não seja nomeada para sempre!

21 Preparai a matança para os filhos por causa da maldade de seus pais, para que não se levantem, e possuam a terra, e encham o mundo de cidades.

22 Levantar-me-ei contra eles, diz o Senhor dos exercitos, e exterminarei de Babilônia o nome, e os sobreviventes, o filho, e o neto, diz o Senhor.

23 E reduzi-la-ei a uma possessão do ouriço, e a lagoas de aguas; e varrê-la-ei com a vassoura da destruição, diz o Senhor dos exercitos.

24 O Senhor dos exercitos jurou, dizendo: Como pensei, assim sucedera, e como determinei, assim se efetuara.

25 Quebrantarei o assirio na minha terra e nas minhas montanhas o pisarei; então o seu jugo se apartara deles e a sua carga se desviara dos seus ombros.

26 Este e o conselho que foi determinado sobre toda a terra; e esta e a mão que esta estendida sobre todas as nações.

27 Pois o Senhor dos exercitos o determinou, e quem o invalidara? A sua mão estendida esta, e quem a fara voltar atras?

28 No ano em que morreu o rei Acaz, veio este oraculo.

29 Não te alegres, o Filistia toda, por ser quebrada a vara que te feria; porque da raiz da cobra saira um basilisco, e o seu fruto sera uma serpente voadora.

30 E os primogênitos dos pobres serão apascentados, e os necessitados se deitarão seguros; mas farei morrer de fome a tua raiz, e sera destruido o teu restante.

31 Uiva, o porta; grita, o cidade; tu, o Filistia, estas toda derretida; porque do norte vem fumaça; e não ha vacilante nas suas fileiras.

32 Que se respondera pois aos mensageiros do povo? Que o Senhor fundou a Sião, e que nela acharão refugio os aflitos do seu povo.

Capitulos: introdução(00), 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61, 62, 63, 64, 65, 66, Introdução da Biblia.

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. OK | Más información
23Isai14.htm 54:48