19Sal071.htm 53:30 19-Salmos Capítulo : 71

Capitulos: introdução(00) , 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 50, 51, 52, 53, 54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61, 62, 63, 64, 65, 66, 67, 68, 69, 70, 71, 72, 73, 74, 75, 76, 77, 78, 79, 80, 81, 82, 83, 84, 85, 86, 87, 88, 89, 90, 91, 92, 93, 94, 95, 96, 97, 98, 99, 100, 101, 102, 103, 104, 105, 106, 107, 108, 109, 110, 111, 112, 113, 114, 115, 116, 117, 118, 119, 120, 121, 122, 123, 124, 125, 126, 127, 128, 129, 130, 131, 132, 133, 134, 135, 136, 137, 138, 139, 140, 141, 142, 143, 144, 145, 146, 147, 148, 149, 150, Introdução da Biblia.

19-Salmos Capitulo : 71

1 Em ti, Senhor, me refugio; nunca seja eu confundido.

2 Na tua justiça socorre-me e livra-me; inclina os teus ouvidos para mim, e salva-me.

3 Sê tu para mim uma rocha de refugio a que sempre me acolha; deste ordem para que eu seja salvo, pois tu es a minha rocha e a minha fortaleza.

4 Livra-me, Deus meu, da mão do impio, do poder do homem injusto e cruel,

5 Pois tu es a minha esperança, Senhor Deus; tu es a minha confiança desde a minha mocidade.

6 Em ti me tenho apoiado desde que nasci; tu es aquele que me tiraste das entranhas de minha mãe. O meu louvor sera teu constantemente.

7 Sou para muitos um assombro, mas tu es o meu refugio forte.

8 A minha boca se enche do teu louvor e da tua gloria continuamente.

9 Não me enjeites no tempo da velhice; não me desampares, quando se forem acabando as minhas forças.

10 Porque os meus inimigos falam de mim, e os que espreitam a minha vida consultam juntos,

11 dizendo: Deus o desamparou; persegui-o e prendei-o, pois não ha quem o livre.

12 o Deus, não te alongues de mim; meu Deus, apressa-te em socorrer-me.

13 Sejam envergonhados e consumidos os meus adversarios; cubram-se de oprobrio e de confusão aqueles que procuram o meu mal.

14 Mas eu esperarei continuamente, e te louvarei cada vez mais.

15 A minha boca falara da tua justiça e da tua salvação todo o dia, posto que não conheça a sua grandeza.

16 Virei na força do Senhor Deus; farei menção da tua justiça, da tua tão somente.

17 Ensinaste-me, o Deus, desde a minha mocidade; e ate aqui tenho anunciado as tuas maravilhas.

18 Agora, quando estou velho e de cabelos brancos, não me desampares, o Deus, ate que tenha anunciado a tua força a esta geração, e o teu poder a todos os vindouros.

19 A tua justiça, o Deus, atinge os altos ceus; tu tens feito grandes coisas; o Deus, quem e semelhante a ti?

20 Tu, que me fizeste ver muitas e penosas tribulações, de novo me restituiras a vida, e de novo me tiraras dos abismos da terra.

21 Aumentaras a minha grandeza, e de novo me consolaras.

22 Tambem eu te louvarei ao som do salterio, pela tua fidelidade, o meu Deus; cantar-te-ei ao som da harpa, o Santo de Israel.

23 Os meus labios exultarão quando eu cantar os teus louvores, assim como a minha alma, que tu remiste.

24 Tambem a minha lingua falara da tua justiça o dia todo; pois estão envergonhados e confundidos aqueles que procuram o meu mal.

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. OK | Más información
19Sal071.htm 53:30