04Nume05.htm 8:56 04-Números Capítulo : 5

Capitulos: introdução(00), 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, Introdução da Biblia.

04-Numeros Capitulo : 5

1 Disse mais o Senhor a Moises:

2 Ordena aos filhos de Israel que lancem para fora do arraial a todo leproso, e a todo o que padece fluxo, e a todo o que esta oriundo por ter tocado num morto;

3 tanto homem como mulher os lançareis para fora, sim, para fora do arraial os lançareis; para que não contaminem o seu arraial, no meio do qual eu habito.

4 Assim fizeram os filhos de Israel, lançando-os para fora do arraial; como o Senhor falara a Moises, assim fizeram os filhos de Israel.

5 Disse mais o Senhor a Moises: Dize aos filhos de Israel: Quando homem ou mulher pecar contra o seu proximo, transgredindo os mandamentos do Senhor, e tornando-se assim culpado,

7 confessara o pecado que tiver cometido, e pela sua culpa fara plena restituição, e ainda lhe acrescentara a sua quinta parte; e a dara àquele contra quem se fez culpado.

8 Mas, se esse homem não tiver parente chegado, a quem se possa fazer a restituição pela culpa, esta sera feita ao Senhor, e sera do sacerdote, alem do carneiro da expiação com que se fizer expiação por ele.

9 Semelhantemente toda oferta alçada de todas as coisas consagradas dos filhos de Israel, que estes trouxerem ao sacerdote, sera dele.

10 Enfim, as coisas consagradas de cada um serão do sacerdote; tudo o que alguem lhe der sera dele.

11 Disse mais o Senhor a Moises:

12 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Se a mulher de alguem se desviar pecando contra ele,

13 e algum homem se deitar com ela, sendo isso oculto aos olhos de seu marido e conservado encoberto, se ela se tiver contaminado, e contra ela não houver testemunha, por não ter sido apanhada em flagrante;

14 se o espirito de ciumes vier sobre ele, e de sua mulher tiver ciumes, por ela se haver contaminado, ou se sobre ele vier o espirito de ciumes, e de sua mulher tiver ciumes, mesmo que ela não se tenha contaminado;

15 o homem trara sua mulher perante o sacerdote, e juntamente trara a sua oferta por ela, a decima parte de uma efa de farinha de cevada, sobre a qual não deitara azeite nem pora incenso; porquanto e oferta de cereais por ciumes, oferta memorativa, que traz a iniqüidade à memoria.

16 O sacerdote fara a mulher chegar, e a pora perante o Senhor.

17 E o sacerdote tomara num vaso de barro agua sagrada; tambem tomara do po que houver no chão do tabernaculo, e o deitara na agua.

18 Então apresentara a mulher perante o Senhor, e descobrira a cabeça da mulher, e lhe pora na mão a oferta de cereais memorativa, que e a oferta de cereais por ciumes; e o sacerdote tera na mão a agua de amargura, que traz consigo a maldição;

19 e a fara jurar, e dir-lhe-a: Se nenhum homem se deitou contigo, e se não te desviaste para a imundicia, violando o voto conjugal, sejas tu livre desta agua de amargura, que traz consigo a maldição;

20 mas se te desviaste, violando o voto conjugal, e te contaminaste, e algum homem que não e teu marido se deitou contigo, -

21 então o sacerdote, fazendo que a mulher tome o juramento de maldição, lhe dira: - O Senhor te ponha por maldição e praga no meio do teu povo, fazendo-te o Senhor consumir-se a tua coxa e inchar o teu ventre;

22 e esta agua que traz consigo a maldição entrara nas tuas entranhas, para te fazer inchar o ventre, e te fazer consumir-se a coxa. Então a mulher dira: Amem, amem.

23 Então o sacerdote escrevera estas maldições num livro, e na agua de amargura as apagara;

24 e fara que a mulher beba a agua de amargura, que traz consigo a maldição; e a agua que traz consigo a maldição entrara nela para se tornar amarga.

25 E o sacerdote tomara da mão da mulher a oferta de cereais por ciumes, e movera a oferta de cereais perante o Senhor, e a trara ao altar;

26 tambem tomara um punhado da oferta de cereais como memorial da oferta, e o queimara sobre o altar, e depois fara que a mulher beba a agua.

27 Quando ele tiver feito que ela beba a agua, sucedera que, se ela se tiver contaminado, e tiver pecado contra seu marido, a agua, que traz consigo a maldição, entrara nela, tornando-se amarga; inchar-lhe-a o ventre e a coxa se lhe consumira; e a mulher sera por maldição no meio do seu povo.

28 E, se a mulher não se tiver contaminado, mas for inocente, então sera livre, e concebera filhos.

29 Esta e a lei dos ciumes, no tocante à mulher que, violando o voto conjugal, se desviar e for contaminada;

30 ou no tocante ao homem sobre quem vier o espirito de ciumes, e se enciumar de sua mulher; ele apresentara a mulher perante o Senhor, e o sacerdote cumprira para com ela toda esta lei.

31 Esse homem sera livre da iniqüidade; a mulher, porem, levara sobre si a sua iniqüidade.

Capitulos: introdução(00), 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 36, Introdução da Biblia.

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. OK | Más información
04Nume05.htm 8:56